i-Data Meeting

INSCRIÇÕES

i-DATA Meeting

SETORES

• Banca
• Seguros
• Retalho
• Saúde
• Utilities
• Telecomunicações

PERFIL

• Data Analytics Director / Manager
• Head of Digital
• Digital Marketing Manager
• Data Science Director / Manager
• Marketing Manager
• Head of E-Commerce
• Customer Strategy & Management
• Head / Director of Big Data
• Head of Business Intelligence

 

• Chief Data Officer
• Head of CRM
• Marketing Analytics
• Marketing Automation
• Chief Information Officer
• Global Head of Business Transformation
• Business Strategy
• Product Management

Programa
8h30 Good Morning Coffee & Networking!

9h00 Open Remarks

MESA REDONDA
9h20 LET´S WAKE UP! COMO TRAZER ORDEM PARA O CAOS
O Big Data é um dos pilares da transformação digital das organizações, mas só por si não chega para criar valor. As fontes de informação e as interações com os clientes são inúmeras. Como é que é possível atribuir valor a estes dados? Como pôr em prática modelos de data analytics capazes de gerar informação de valor de suporte à definição de estratégias de negócio eficazes

Moderador: Fernando Matos, Presidente da Direção DSPA – Data Science Portuguese Association
Miguel Moreira da Silva, Head of Data & Analytics da REN
 Armando Alves, Head Of Digital Marketing and CRM da Fnac
Miguel Joaquim, Manager, Digital Innovation da Sonae Sierra
 Rogério Correia, Head Of Strategic Planning and Business Inteligence for Digital Channels na Caixa Geral de Depósitos

MESA REDONDA
10h00 
A ECONOMIA DOS ALGORITMOS. QUAIS OS MAIORES DESAFIOS ORGANIZACIONAIS?
A Inteligência Artificial, o IoT e a Machine Learning estão a criar um novo universo de soluções com grande impacto no desenvolvimento de novas estratégias de experiência cliente “real time”, através de processos automatizados.
Vamos ouvir as Melhores Práticas Organizacionais!

Moderador: Marco Santos, Editor in Chief da Distribuição Hoje
Bruno Coutinho, Performance Marketing Manager no OLX Group Portugal
Teresa Siopa, Head of Communication & Digital Channels do Activobank
Ricardo Monteiro, Head of Operations do Mercadão


10h45 Networking & Morning Refreshments

MESA REDONDA
11h15 
“LESS IS MORE”
Os Data Scientists estão a integrar os departamentos de marketing com a missão de extrair, analisar ao pormenor e explorar os dados fundamentais para a criação de estratégias de relação e experiência cliente mais personalizadas e eficazes. Qual o seu papel e como é que esta função está a ser integrada nos departamentos de marketing das empresas? O CSI está a tomar conta das Empresas!

Moderador: Leonid Kholkine, Lead Team da DSPT – Data Science Portugal
 Gil Martins, Data Scientist (CRM) na TAP
Manuela Almeida, Data Scientist da Talkdesk
 Felipe Blanco, Data Scientist da Randstad

12h00 ESQUEÇA A BOLA DE CRISTAL. PREDICTIVE ANALYTICS ESTÁ AÍ PARA ANTECIPAR NECESSIDADES E PREVER O FUTURO!
Prever é a chave para impactar clientes e ganhar vantagem na corrida do sucesso. As ferramentas de Predictive Analytics facilitam a recolha cirúrgica de insights com base nos padrões comportamentais de cada cliente e permitem desenvolver campanhas com elevadas taxas de sucesso. Vamos ouvir quem já tem resultados?

 Ricardo Leitão Gonçalves, Advanced Analytics Director da Fidelidade

MESA REDONDA
12h20 CONFIANÇA É A PALAVRA DE ORDEM!
Uma cultura baseada em dados só se pode desenvolver com uma base de análise confiável. As ferramentas estão ao nosso alcance. É preciso garantir a sua eficácia. É preciso garantir que os insights sejam certeiros. É preciso garantir que as empresas se foquem no essencial!

Moderadora: Elsa Veloso, Membro da Direção da APPM – Associação Portuguesa dos Profissionais de Marketing
Paulo Maia, Head of E-Commerce Dia Portugal Supermercados
 Bruno Macedo Sousa, Partner Management & Customer Insights Director no Cartão Continente
Jorge Ferreira, Marketing Manager da Domino’s Pizza Portugal

13h00 Lunch break

MESA REDONDA
14h15 CLOUD E SEGURANÇA: NÃO É UM CASAMENTO, MAS ESTARÃO JUNTOS PARA SEMPRE!
A virtualização dos sistemas de armazenamento é incontornável, face ao enorme volume dados provenientes das diferentes fontes de informação. Neste ambiente virtual, que políticas de segurança deverão ser implementadas para proteger e manter a integridade dos dados.

Moderadora: Fernanda Dias, Contract Manager Enterprise da Sage
 Sérgio Trindade, Diretor de Sistemas de Informação da EPAL
Daniel Caçador, Data Protection Officer da Caixa Económica Montepio Geral

15h00 ARE YOU A DATA-DRIVEN SPECIALIST?
Dados e mais dados… O Data-Driven Marketing é a chave para construir o puzzle de cada cliente. Quais os modelos e o que aporta Data-Drive Marketing para o aumento da eficácia da estratégia de Customer Experience?

 Inês Salgado, Digital Acceleration Manager da Nestlé

MESA REDONDA
15h20 O QUE SIGNIFICA LIDERAR UMA ORGANIZAÇÃO COM O MINDSET NOS DADOS? SOFT SKILLS ARE HARD!
Dados e análises estão no cerne do negócio digital. Implementar a tecnologia de análise moderna é bastante desafiador, mas o sucesso também requer uma mudança na cultura organizacional e influenciar as pessoas a mudar é difícil! Como superar as barreiras à mudança cultural?

Moderador: Paulo Pimentel Barreto, Diretor de Recursos Humanos da Luz Saúde
  Mariana Coruche, Country Human Capital Director da Ageas Portugal
  Pedro Coelho,
HR Shared Services | Management & Development na SONAE
  Rita Xavier, Country
HR Director da Nokia Portugal
  Rita Geraldes Simões, Customer Insights – Commercial Operations da Boehringer Ingelheim Portugal

 

16h00 Networking & Afternoon refreshments

PONTOS DE VISTA
16h20 PERSONALIZAÇÃO VS. INTRUSÃO: QUAL O LIMITE?
A exploração dos dados provenientes da pegada digital de cada cliente oferece um manancial precioso de dados, que permitem uma personalização da oferta de produtos e serviços mais apurada e em tempo real. Mas também permite rastrear cada passo do cliente no espaço digital, levantando a discussão sobre a sua privacidade. Que limites deverão ser estabelecidos?

Moderadora: Isabel Martins, Diretora Coordenadora de Publicações do Grupo IFE
João Ferreira Pinto, Partner da Antas da Cunha Ecija
Elisabeth Fernandes, Head of Audience Insights and Analytics do público.pt
Mónica Correia, Digital Marketing Manager das Farmácias Portuguesas – Associação Nacional de Farmácias

17h00 TRANSFORMAR DADOS SUBAPROVEITADOS EM “DIAMANTES”. LEU BEM! É MESMO ISTO!
O desafio está em tornar os dados subaproveitados em ativos de valor através do processo de monetização, reforçando as parcerias de negócios, a fidelização de clientes e gerando novas fontes de receita.

Rui Belona, Data Analyst Manager da Havas Media Group

17h20 This is the end! See you next year.

IMPRIMIR PROGRAMA
Oradores

Fernanda Dias

Contract Manager, Enterprise na Sage
×
Fernanda Dias

Fernanda Dias

Contract Manager, Enterprise na Sage

Miguel Joaquim

Manager, Digital Innovation da Sonae Sierra
×
Miguel Joaquim

Miguel Joaquim

Manager, Digital Innovation da Sonae Sierra

Marco Santos

Editor in Chief da Distribuição Hoje
×
Marco Santos

Marco Santos

Editor in Chief da Distribuição Hoje

Jorge Ferreira

Marketing Manager da Domino’s Pizza Portugal
×
Jorge Ferreira

Jorge Ferreira

Marketing Manager da Domino’s Pizza Portugal

Rita Xavier

Country HR Director da Nokia Portugal
×
Rita Xavier

Rita Xavier

Country HR Director da Nokia Portugal

Ricardo Monteiro

Head of Operations do Mercadão
×
Ricardo Monteiro

Ricardo Monteiro

Head of Operations do Mercadão

Ricardo Gonçalves

Advanced Analytics Director da Fidelidade
×
Ricardo Gonçalves

Ricardo Gonçalves

Advanced Analytics Director da Fidelidade

João Ferreira Pinto

Partner da Antas da Cunha Ecija
×
João Ferreira Pinto

João Ferreira Pinto

Partner da Antas da Cunha Ecija

Inês Salgado

Digital Acceleration Manager da Nestlé
×
Inês Salgado

Inês Salgado

Digital Acceleration Manager da Nestlé

Elisabeth Fernandes

Head of Audience Insights and Analytics do público.pt
×
Elisabeth Fernandes

Elisabeth Fernandes

Head of Audience Insights and Analytics do público.pt

Rui Belona

Data Analyst Manager da Havas Media Group
×
Rui Belona

Rui Belona

Data Analyst Manager da Havas Media Group

Sérgio Trindade

Diretor de Sistemas de Informação da EPAL
×
Sérgio Trindade

Sérgio Trindade

Diretor de Sistemas de Informação da EPAL

Bruno Coutinho

Performance Marketing Manager no OLX Group Portugal
×
Bruno Coutinho

Bruno Coutinho

Performance Marketing Manager no OLX Group Portugal

Gil Martins

Data Scientist na TAP
×
Gil Martins

Gil Martins

Data Scientist na TAP

Teresa Siopa

Head of Communication & Digital Channels do Activobank
×
Teresa Siopa

Teresa Siopa

Head of Communication & Digital Channels do Activobank

Paulo Pimentel Barreto

Diretor de Recursos Humanos da Luz Saúde
×
Paulo Pimentel Barreto

Paulo Pimentel Barreto

Diretor de Recursos Humanos da Luz Saúde

Manuela Almeida

Data Scientist da Talkdesk
×
Manuela Almeida

Manuela Almeida

Data Scientist da Talkdesk

Rita Geraldes Simões

Customer Insights – Commercial Operations da Boehringer Ingelheim Portugal
×
Rita Geraldes Simões

Rita Geraldes Simões

Customer Insights – Commercial Operations da Boehringer Ingelheim Portugal

Miguel Moreira da Silva

Head of Data & Analytics da REN
×
Miguel Moreira da Silva

Miguel Moreira da Silva

Head of Data & Analytics da REN

Paulo Maia

Head of E-Commerce Dia Portugal Supermercados
×
Paulo Maia

Paulo Maia

Head of E-Commerce Dia Portugal Supermercados

Mariana Coruche

Country Human Capital Director da Ageas Portugal
×
Mariana Coruche

Mariana Coruche

Country Human Capital Director da Ageas Portugal

Felipe Blanco

Data Scientist da Randstad
×
Felipe Blanco

Felipe Blanco

Data Scientist da Randstad

Bruno Macedo Sousa

Partner Management & Customer Insights Director no Cartão Continente
×
Bruno Macedo Sousa

Bruno Macedo Sousa

Partner Management & Customer Insights Director no Cartão Continente

Daniel Caçador

Data Protection Officer da Caixa Económica Montepio Geral
×
Daniel Caçador

Daniel Caçador

Data Protection Officer da Caixa Económica Montepio Geral

Fernando Matos

Presidente da Direção DSPA – Data Science Portuguese Association
×
Fernando Matos

Fernando Matos

Presidente da Direção DSPA – Data Science Portuguese Association

Leonid Kholkine

Lead Team da DSPT – Data Science Portugal
×
Leonid Kholkine

Leonid Kholkine

Lead Team da DSPT – Data Science Portugal

Rogério Correia

Head Of Strategic Planning and Business Inteligence for Digital Channels na Caixa Geral de Depósitos
×
Rogério Correia

Rogério Correia

Head Of Strategic Planning and Business Inteligence for Digital Channels na Caixa Geral de Depósitos

Elsa Veloso

Membro da Direção da APPM – Associação Portuguesa dos Profissionais de Marketing
×
Elsa Veloso

Elsa Veloso

Membro da Direção da APPM – Associação Portuguesa dos Profissionais de Marketing

Pedro Coelho

HR Shared Services | Management & Development na SONAE
×
Pedro Coelho

Pedro Coelho

HR Shared Services | Management & Development na SONAE

Isabel Martins

Diretora Coordenadora de Publicações do Grupo IFE
×
Isabel Martins

Isabel Martins

Diretora Coordenadora de Publicações do Grupo IFE

Mónica Correia

Digital Marketing Manager das Farmácias Portuguesas – Associação Nacional de Farmácias
×
Mónica Correia

Mónica Correia

Digital Marketing Manager das Farmácias Portuguesas – Associação Nacional de Farmácias

Armando Alves

Head Of Digital Marketing and CRM da Fnac
×
Armando Alves

Armando Alves

Head Of Digital Marketing and CRM da Fnac
Opinião

Numa ldeia Global em transformação digital acelerada a personalização é tudo.A utilização de tecnologias “amigas” da privacidade online, ditas, PET (Privacy Enhanced Technologies) menos intrusivas é o “segredo do negócio” digital.
Atualmente o grande desafio das organizações no ciberespaço é reconquistar a confiança digital dos “netcitizens”.
Transparência e lealdade são as palavras de ordem para conquistar o mercado online.
Numa era “pós RGPD” a invasão da privacidade é cada mais uma questão reputacional, como o demonstram escândalos envolvendo gigantes tecnológicos como, por exemplo, Facebook/Cambridge Analytica. Privacidade vs intrusão? Eis a questão.”

 João Ferreira Pinto, Partner da Antas da Cunha Ecija

 

Smart Data representa Valor: transforma dados em informação accionável que realmente alavanca o negócio.”

Rui Belona,
Data Analyst Manager da Havas Media Group

 

Na era do Big Data, onde o volume de dados no mundo duplica a cada 2 anos, é cada vez mais decisivo para qualquer empresa e fundamental para o sucesso de qualquer retalhista, a implementação de culturas de decisão orientada para os dados. Poder usufruir de ferramentas e dos skills necessários para recolher, tratar, estruturar, interpretar e acionar de forma eficiente e ágil, a imensidão de dados transacionais que, todos os dias, são fornecidos pelos clientes nas lojas e nos restantes canais, é uma vantagem competitiva para qualquer negócio. Ter dados é fundamental, mas o essencial é conseguir transformar dados em conhecimento acionável.
Dada a quantidade de dados de que dispomos, muitas vezes, o desafio é conseguir focar no que é mais relevante para o negócio a cada momento, ter a capacidade de fazer as perguntas certas e, depois, priorizar a geração de insights que realmente impactam na tomada de decisão estratégica.

A forma mais eficiente de o fazer é focar no cliente, desenvolver culturas de customer centricity, onde as ferramentas de Advanced Analytics possam ser potenciadas, não só para descrever de forma assertiva o que acontece no presente, mas também usar o conhecimento sobre o passado para tentar prever comportamentos dos clientes no futuro.
Em resumo, é fundamental potenciar estas ferramentas para conhecer o negócio e conhecer como ele é visto pela “lente do cliente” e usar esse conhecimento para tomar decisões que permitam aumentos de eficiência e melhorias da proposta de valor ao longo do tempo, tornando os negócios adequados às necessidades do presente, e mais preparados para o futuro!”

Bruno Macedo Sousa, Partner Management & Customer Insights Director no Cartão Continente

A chave para a informação de qualidade nos dias de hoje é conseguir retirar o valor relevante da imensidão de dados. Sem significado e propósito, os dados são apenas uma coleção de artefactos. E o Big Data é apenas uma coleção maior.
No mundo que fervilha excitado perante a realidade que é o Big Data, a grande maioria tende a focar-se nos seus 4 Vs (volume, velocidade, variedade e veracidade), porém poucos são os que se apoiam nos outros 2 Vs de que ninguém fala: Volatilidade e Valor. E são estes que farão toda a diferença!”

Paulo Maia, Head of E-Commerce do Dia Portugal Supermercados

 

Em 2018 já não basta somente automatizar seus e-mails, notificações, push notification e qualquer outro canal: é primordial se comunicar de forma humanizada e altamente customizada com seu cliente. Os consumidores da era digital não aceitam mais receber comunicações genéricas. Eles quem sentir que aquela mensagem foi realmente pensada exclusivamente para ela. Querem se sentir especiais. Qualquer coisa diferente disso e você será considerado um spammer.
Com o GDPR fica ainda mais latente a necessidade de utilizar AI e Machine Learning para entregar comunicações de alta relevância em tempo real para nossos clientes. Se o seu cliente vir valor no que sua marca tem para dizer, ele irá aceitar que você fale com ele. Se não for relevante, prepare-se para uma avalanche de opt-out na sua base de clientes”

Rômulo Gomes,  Head of Performance Marketing and Data Analytics no OLX Group Portugal

 

A Randstad nos últimos tempos tem vindo a investir na área de data science com o intuito de potenciar e otimizar a experiência que tem nas suas relações humanas. As relações interpessoais com o cliente e com o candidato são factores chave na área de Recursos Humanos. Nesta perspectiva bilateral, como data scientist o meu papel é entender as dificuldades sentidas pelas pessoas, pelos consultores e pelo o negócio. O objectivo é tentar fornecer informação relevante e fidedigna que facilite e agilize os processos de recrutamento e selecção, tornando tanto a experiência do cliente como do candidato mais fluída.
Data Science numa abordagem para o cliente
No departamento de Innovation and Development desenvolvemos uma plataforma analítica, tanto descritiva como preditiva, do mercado de trabalho em Portugal, o XPT (eXperience PorTugal). Esta solução orienta os nossos consultores no panorama nacional e permite servir os nossos clientes em decisões estratégicas informadas de aquisição e retenção de talento. Esta informação é suportada por informação macroeconómica, incluindo também dados sobre o desemprego, fluxos migratórios, ensino, e de estudos exclusivos da Randstad, como por  exemplo Randstad Employer Brand Research e o Workmonitor (inquérito sobre as intenções de mobilidade dos trabalhadores).

Data Science numa abordagem para o candidato.

Têm sido otimizados processos internos que tiram partido de inteligência artificial, permitindo classificar e segmentar informação referente a ofertas de emprego e CVs. Estes processos recorrem a modelos de machine learning e algoritmos de processamento de linguagem natural baseados em anos de triagem e classificação manual por parte dos consultores. Estas novas metodologias agilizam o processo de seleção e de feedback, dando ao candidato uma melhor experiência de interação com a Randstad.
Data Science na área de Recursos Humanos vem adicionar uma nova camada de facilitação e consciencialização na tomada de decisões a longo prazo. O contexto científico aliado ao contexto humano reflete não apenas na compatibilidade de candidatos com perfis procurados mas também na reformulação de estratégias de colocação de candidatos, trazendo celeridade e maior satisfação a longo prazo para ambas as partes.”

Felipe Blanco, Data Scientist da Randstad

 

O meu trabalho no MKS consiste em identificar ações, problemas ou processos que possam ser resolvidos ou melhorados analiticamente. Tendo em conta que a fase mais difícil e dispendiosa é a implementação das soluções encontradas, pelas alterações de mindsets, de processos ou criação de novos, a que muitas vezes estas soluções encontradas obrigam, e neste sentido “LESS is MORE”.

 Gil Martins,  Data Scientist (CRM) da TAP

 

Tomar decisões baseadas em dados e personalizar a experiência dos nossos consumidores são temas quentes da atualidade.
E no mundo em que vivemos hoje, com a multiplicidade de pontos de contacto e digitalização dos mesmos, recolher dados tornou-se muito mais fácil. O desafio hoje em dia está na agregação das diferentes fontes, tecnologias, sistemas e na posterior interpretação dos dados de forma a identificar os insights corretos que sejam acionáveis e em comunicar de forma relevante num ambiente sobrecarregado de estímulos.
É também por isso que na Nestlé gostamos mais de utilizar o termo “Data Powered Marketing” e não “Data Driven Marketing”. Não podemos olhar para os dados cegamente, temos de os interpretar e adequar aos fundamentos das nossas marcas, de forma a sermos relevantes a quem realmente se interessa por nós.

 Inês Salgado, Digital Acceleration Manager da Nestlé

 

Para 2019 a IDC prevê que 40% das transformações digitais irão ser suportadas por Inteligência Artificial e Sistemas Cognitivos.
Para conseguir atingir este nível de sofisticação existe um longo e complexo caminho a percorrer.
As empresas que pretendam manter-se na liderança não podem ignorar esta previsão.
No próximo I-Data, irei apresentar uma visão de como as organizações podem endereçar e beneficiar deste desafio com recurso a Data & Science – Tecnologia e Humanidade.”

Ricardo Leitão Gonçalves,  Advanced Analytics Director da Fidelidade

Patrocinadores
Patrocinador

 

Expositores
Delegate
Parceiros
Organização
Local

LAGOAS-PARK-HOTEL

Lagoas Park situa-se em Oeiras, longe do intenso movimento da cidade de Lisboa. Pode viajar tranquilamente de automóvel e estacionar com segurança num dos 6.000 lugares disponíveis neste Office Park ou, pode optar por usar  o autocarro  com ligação directa a partir do Marquês de Pombal. O Lagoas Park tem dois acessos: um a nascente (com ligação à A5 Lisboa/Cascais e ao IC19) e o outro a poente.

Coordenadas GPS: 38º42’47.19” N  | 9º18’36.65” W

Contactos: 21 110 97 00 | centro.congressos@tdhotels.com | www.lagoaspark.pt

Contactos

Grupo IFE
Rua Basílio Teles, 35 1º dto.
1070-020 Lisboa
Tel.: (00 351) 210 033 800
E-mail: geral@ife.pt

Account Manager
Andreia Sousa
Tel.: (00 351) 210 033 818 / 91 411 25 27
E-mail: asousa@ife.pt

Programa e conteúdos
Carlos Santos
Tel.: (00 351) 210 033 8268 / 91 411 26 29
E-mail: csantos@ife.pt

Inscrições/Logística 
Ana Paredes
Tel.: (00 351) 210 033 824
E-mail: aparedes@ife.pt

Silvia Prestes
Tel.: (00 351) 210 033 818 / 91 619 38 96
E-mail: sprestes@ife.pt